Comunicação de más notícias em unidade de terapia intensiva neonatal

Autores

  • Carla Andréa Costa Alves Universidade Federal de Pernambuco
  • Silvia Wanick Sarinho Universidade Federal de Pernambuco
  • Rosalie Barreto Belian Universidade Federal de Pernambuco

Resumo

O protocolo Spikes é um dos instrumentos mais didáticos para o ensino da habilidade de comunicar más notícias, que exige sensibilidade e preparo. Neste artigo foram analisadas as percepções de residentes de pediatria, bem como de mães de neonatos, sobre a comunicação de más notícias em uma unidade de terapia intensiva neonatal. Trata-se de estudo qualitativo, descritivo e exploratório, baseado na antropologia visual, no qual o protocolo Spikes foi empregado em dois grupos focais, com abordagem
analítica de conteúdo de Bardin por categorias. Foram relatados problemas como ambiente inadequado para comunicar más notícias, limitações na percepção das mães, falta de disponibilidade médica para conversar, linguagem inadequada e dificuldade para lidar com emoções, esclarecer dúvidas e discutir estratégias com os familiares. A reflexões sobre essas questões visa melhorar o aprendizado teórico e estimular a autocrítica, buscando a empatia e a humanização da assistência.

Palavras-chave:

Comunicação em saúde. Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Humanização da assistência.

Biografia do Autor

Carla Andréa Costa Alves, Universidade Federal de Pernambuco

Doutoranda no Programa de Pós graduação Saúde da Criança e do Adolescente Universidade Federal de Pernambuco

Médica Pediatra do Hospital Universitário da Universidade Federal de Alagoas

Silvia Wanick Sarinho, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorado em Medicina Área de Concentração Pediatria na Universidade Federal de Pernambuco

Professora Titular de Pediatria na Universidade Federal de Pernambuco e Membro permanente do Colegiado do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da Universidade Federal de Pernambuco

Rosalie Barreto Belian, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorado em Ciências da Computação na Universidade Federal de Pernambuco

Professora de Saúde Digital (Cursos de Medicina e Enfermagem) e Informática na Educação e Saúde do Programa de Pós-graduação da Saúde da Criança e do Adolescente da Universidade Federal de Pernambuco

Como Citar

1.
Alves CAC, Sarinho SW, Belian RB. Comunicação de más notícias em unidade de terapia intensiva neonatal. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 24º de janeiro de 2024 [citado 3º de março de 2024];31(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3448