Cuidados paliativos na atenção primária à saúde: considerações éticas

Resumo

Os cuidados paliativos (CP) apresentam-se como problema de saúde pública, devido ao substancial aumento do número de idosos e da prevalência de doenças crônico-degenerativas não transmissíveis. Evidencia-se a importância da reorganização dos serviços da atenção primária à saúde (APS) para assegurar a oferta desses cuidados. O objetivo foi identificar casos de usuários, a fim de inventariar os problemas éticos que a equipe vivencia. Estudo de caso de abordagem qualitativa, através da análise temática. Identificaram-se dois casos que revelaram, como problemas éticos, a “responsabilidade da APS para com os cuidadores e famílias” e a “dificuldade de comunicação franca e honesta entre a equipe e a família”. Os resultados indicam que a formação de recursos humanos com competência técnica e que a continuidade da assistência na transição do tratamento curativo para o paliativo são fatores propícios à integralidade e à obtenção de respostas mais adequadas aos desafios éticos que as equipes vivenciam.


Palavras-chave:

Cuidados paliativos. Atenção primária à saúde. Ética clínica.

Como Citar

1.
Cuidados paliativos na atenção primária à saúde: considerações éticas. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 23º de julho de 2015 [citado 18º de abril de 2024];23(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1045