Intersexualidade: uma clínica da singularidade

Resumo

A intersexualidade é considerada um problema médico. A má-formação do genital pode impedir a definição do sexo ao nascer, o que exige cuidado por parte dos responsáveis pela criança. Como acontece no humano a definição do sexo? É importante a definição do sexo ao nascer ou pode-se deixá-la para mais tarde? Dependendo do referencial teórico, as intervenções, a condução e o tratamento podem acontecer de maneira diversa e contraditória. O presente trabalho faz um breve relato dos diversos modos de leitura realizados por diferentes campos do conhecimento sobre a intersexualidade e aborda o tema mediante a teoria psicanalítica.

Palavras-chave:

Ambiguidade genital. Ambiguidade sexual. Intersexualidade. Identidade sexual. Psicanálise.

Como Citar

1.
Intersexualidade: uma clínica da singularidade. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 23º de março de 2015 [citado 28º de fevereiro de 2024];23(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/987