Responsabilidade médica e suas implicações na prática clínica

Resumo

O presente artigo objetiva fornecer elementos epistemológicos e contingenciais para situar e discutir, no âmbito da história da medicina, a questão da responsabilidade na clínica médica. Baseando-se em autores como Foucault, Canguilhem, Scliar e Engelhardt Jr., a questão da responsabilidade médica e sua ética são examinadas no contexto das exigências do discurso científico e, sobretudo, a partir do contexto das práticas clínicas atuais. Os achados da revisão bibliográfica apontam para a importância da escuta clínica nas práticas médicas como balizador importante para pensar a responsabilidade médica e a dimensão do cuidado em uma perspectiva que não se restrinja à prática diagnóstica. Afastando-se de seu lugar clínico, a medicina corre o risco de perder o essencial de seu trabalho com cada indivíduo, a clínica de cada caso. 

Palavras-chave:

Clínica médica. Códigos de ética médica. Responsabilidade.

Como Citar

1.
Responsabilidade médica e suas implicações na prática clínica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 23º de março de 2015 [citado 14º de abril de 2024];23(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/985