Reflexões bioéticas sobre a eutanásia a partir de caso paradigmático

Resumo

Recentemente, na cidade de Curitiba/PR, ocorreu um fato que gerou grande repercussão nacional e suscitou questões acerca da “eutanásia”, tema controverso e pouco debatido na população em geral, o que motivou a realização deste artigo. O objetivo do trabalho consiste em analisar aspectos envolvidos no processo de morrer: eutanásia e ortotanásia e sua relação com o princípio bioético da autonomia. Trata-se de revisão reflexiva de literatura tendo como base matéria publicada na imprensa, abordando a visão de um grupo de acadêmicos de medicina a respeito do tema. A eutanásia é considerada uma prática ilegal segundo o Código Penal brasileiro e vai de encontro aos princípios éticos da medicina. A ortotanásia não deve se confundir com aquela prática, encaixando-se como opção legítima a ser adotada por pacientes com doença terminal em intenso sofrimento físico e psíquico.

Palavras-chave:

Eutanásia, Ortotanásia, Distanásia, Bioética, Autonomia profissional, Autonomia pessoal

Como Citar

1.
Reflexões bioéticas sobre a eutanásia a partir de caso paradigmático. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 5º de agosto de 2014 [citado 20º de abril de 2024];22(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/921