Ética em cuidados paliativos: concepções sobre o fim da vida

Resumo

O objetivo deste artigo é destacar a importância dos cuidados paliativos e da prática do cuidado humanizado diante do processo de terminalidade enfrentado pelos pacientes fora de possibilidades terapêuticas de cura. Foi sumarizada a literatura existente sobre os conceitos acerca desses cuidados, bem como sua trajetória histórica no Movimento Hospice Moderno. Além disso, pensou-se o processo de morte e morrer a partir da perspectiva das fases do luto, estimulando a reflexão dos dilemas bioéticos associados aos aspectos da dignidade da pessoa humana. A revisão narrativa empreendida surge como forma de referenciar a existência de lacunas na compreensão do tema, o que requer maior gama de estudos, sobretudo se considerarmos a importância desse conhecimento para a assistência digna e para a melhor qualidade de vida dessas pessoas. A despeito das questões éticas, o desafio é considerar a dignidade humana diante da proximidade da morte para além da dimensão físico-biológica e da perspectiva médico-hospitalar.

Palavras-chave:

Cuidados paliativos, Bioética, Assistência terminal, Morte, Pesar

Como Citar

1.
Ética em cuidados paliativos: concepções sobre o fim da vida. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 1º de dezembro de 2014 [citado 18º de junho de 2024];22(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/839