Legalização de drogas sob a ótica da bioética da proteção

Resumo

Os brasileiros convivem com acentuada desigualdade social, que envolve problemas característicos dos paísessubdesenvolvidos, como pobreza, fome, miséria, violência. A legalização das drogas no país apresenta-secomo questão complexa e desafiadora, requerendo discussão contextualizada e diferenciada quando se tratade projetar políticas públicas aplicáveis equanimemente. O objetivo do estudo foi refletir sobre a legalizaçãodas drogas à luz da bioética da proteção, que considera as contingências de países latino-americanos comsuas especificidades e fornece subsídios aos debates e condutas em relação ao assunto. A metodologia consistiuna busca, leitura e discussão de artigos acessados em bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde,livros e documentos oficiais que versam sobre políticas e legislação sobre drogas. A construção do artigopermitiu compreender a complexidade do tema e a necessidade de ultrapassar a compreensão ingênua e asposições extremistas de repressão ou da legalização em relação ao consumo de drogas ilícitas.

Palavras-chave:

Bioética, Controle de medicamentos e entorpecentes, Drogas ilícitas, Políticas públicas

Como Citar

1.
Legalização de drogas sob a ótica da bioética da proteção. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 8º de agosto de 2013 [citado 28º de fevereiro de 2024];21(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/828