Uma visão assistencial da urgência e emergência no sistema de saúde

Autores

  • Humberto Menon Romani
  • João Aguiar Sperandio
  • Jorge Luiz Sperandio
  • Marcelo Nardelli Diniz
  • Márcio Augusto M. Inácio

Resumo

Este artigo de revisão trata dos significados da urgência e emergência no Sistema de Saúde. Avalia a concepção semântica dos dois termos associando a ambiguidade de seu uso às dificuldades experimentadas por profissionais que prestam esses tipos de atendimento bem como pelos gestores que precisam definir as estruturas operacionais para essas situações e, ainda, a consequência para os usuários, que poderão ser mais bem atendidos a partir de uma definição mais nítida dos processos, atribuições e competências envolvidas nessas situações. Por
fim, aponta como as experiências recentes, vindas de outras frentes assistenciais, podem contribuir para a compreensão e definição mais satisfatórias desses termos.

Palavras-chave:

Assistência à Saúde, Emergências, Pronto-Socorro, Saúde Pública, Serviços Médicos de Emergência, Sistemas de Saúde, Urgências

Biografia do Autor

Humberto Menon Romani

médico, residente em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São Francisco, Bragança Paulista, São Paulo, Brasil

João Aguiar Sperandio

graduando da Faculdade de
Medicina da Universidade São
Francisco, Bragança Paulista, São
Paulo, Brasil

Jorge Luiz Sperandio

cirurgião geral, coordenador do Serviço de Pronto Socorro do Hospital Universitário São
Francisco, Bragança Paulista, São Paulo, Brasil

Marcelo Nardelli Diniz

cirurgião geral, coordenador do Serviço de Cirurgia Geral do Hospital Universitário São
Francisco, Bragança Paulista, São Paulo, Brasil

Márcio Augusto M. Inácio

cirurgião geral, coordenador da Residência Médica em Cirurgia Geral do Hospital Universitário São Francisco, Bragança Paulista, São Paulo, Brasil

Publicado:

2009-07-06

Downloads

Como Citar

1.
Romani HM, Sperandio JA, Sperandio JL, Diniz MN, Inácio MAM. Uma visão assistencial da urgência e emergência no sistema de saúde. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 6º de julho de 2009 [citado 24º de fevereiro de 2024];17(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/78