Ética e cuidados paliativos: o que os médicos sabem sobre o assunto?

Resumo

A partir do novo Código de Ética Médica brasileiro ficou estabelecido que o médico deve empregar cuidados paliativos na impossibilidade de cura. O objetivo do estudo foi conhecer o estado atual dessa prática. Para tal, conduzimos um estudo epidemiológico transversal quantitativo com os médicos do corpo clínico de um complexo de hospitais-escola quanto aos preceitos éticos implicados no exercício dos cuidados paliativos. Ao se questionar o médico sobre os seus objetivos no cuidado de um paciente, segundo os preceitos da ética médica, a maioria constrói respostas incompletas, apenas 28,9% responderam diretamente que empregariam os cuidados paliativos. A maioria dos médicos (59,2%) ligam os cuidados paliativos somente ao alívio do sofrimento e qualidade de vida e para 38,2% deles a idade ainda é fator de influência importante na indicação. Logo, o conhecimento dos médicos em atividade sobre o tema é precário e medidas de educação médica se fazem necessárias.

Palavras-chave:

Cuidados paliativos. Ética médica.

Como Citar

1.
Ética e cuidados paliativos: o que os médicos sabem sobre o assunto?. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 10º de dezembro de 2013 [citado 24º de julho de 2024];21(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/779