Conhecimento dos médicos do Estado de São Paulo e considerações sobre o Código de Ética Médica

Resumo

Em vigor desde 13 de abril de 2010, o Código de Ética Médica (CEM) brasileiro atualizou o documento de 1988, aperfeiçoou a redação de artigos, inseriu novos contextos e destacou os princípios fundamentais da ética. O artigo, além de abordar aspectos históricos e tecer considerações sobre o novo Código de Ética, conclui que houve ampla aceitação pelos médicos, reforçando sua utilidade como fonte permanente de consulta. Um ano após sua entrada em vigor, O CEM já fazia parte da rotina dos médicos, sendo que todos estavam cientes da sua publicação e a maioria já havia consultado o código, três vezes em média, segundo dados primários de levantamento feito pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, analisado pelos autores.

Palavras-chave:

Códigos de ética. Ética médica.

Como Citar

1.
Conhecimento dos médicos do Estado de São Paulo e considerações sobre o Código de Ética Médica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 20º de dezembro de 2012 [citado 25º de junho de 2024];20(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/765