Perfil das consultorias de bioética clínica envolvendo famílias que dificultaram a resolução de problemas

Resumo

 

Este estudo avaliou 116 consultorias de bioética clínica nas quais as famílias dos pacientes dificultaram a resolução do problema ou do conflito ético. Foram observados os seguintes aspectos: solicitantes; especialidades; registros nos prontuários eletrônicos; pacientes e relações familiares. A maior parte das consultorias (71%) foi gerada pelas solicitações dos médicos. Os serviços de Medicina Interna, Pediatria e Psiquiatria demandaram 56% das consultorias. Foram encontrados registros de pedidos de consultoria nos prontuários de 79% dos pacientes, dos quais 71% foram respondidos no mesmo dia ou no seguinte. O número de consultorias por sexo do paciente foi semelhante e a idade média, de 28 anos. Em relação à procedência, 54% eram de Porto Alegre. As relações familiares naturalmente impostas (71%) foram mais identificadas. É importante que outros estudos sejam realizados com vistas a permitir um adequado entendimento dos problemas éticos e de suas possíveis resoluções.

 

Palavras-chave:

Bioética. Consultoria ética, Família, Relações Familiares

Como Citar

1.
Perfil das consultorias de bioética clínica envolvendo famílias que dificultaram a resolução de problemas. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 9º de abril de 2013 [citado 19º de junho de 2024];21(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/736