Comitê hospitalar de bioética: êxitos e dificuldades

Resumo

Este trabalho objetiva analisar o funcionamento de um comitê hospitalar de bioética nos três primeiros anos de funcionamento. O estudo foi desenvolvido mediante análise do livro de atas e aplicação de questionário Likert (escala 1 a 6) aos membros. No livro de atas estão registradas 25 das 36 reuniões previstas. Os resultados do questionário mostraram que o comitê assessorou parcialmente os profissionais (média 5,08±0,76), revisou documentos e promoveu formação em bioética aos seus membros (média 5,23±0,83). Houve quase unanimidade quanto à importância e continuação do comitê na instituição (média 5,92±0,28). A promoção de formação em bioética aos demais profissionais foi considerada insuficiente (média 4±1,63), bem como sua divulgação interna (média 4,54±1,20). As principais funções do comitê foram cumpridas e sua continuidade na instituição foi apoiada. Para solucionar os problemas encontrados propõe-se maior divulgação do comitê na instituição e realização de cursos de bioética aos demais profissionais.  

Palavras-chave:

Bioética. Comitês de ética clínica. Ética institucional. Educação continuada.

Como Citar

1.
Comitê hospitalar de bioética: êxitos e dificuldades. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 24º de maio de 2012 [citado 22º de junho de 2024];20(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/720