Bioética, assistência médica e justiça social

Resumo

O Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro garante o acesso universal e integral aos serviços de saúde. Entretanto, na prática, o SUS não tem permitido que os cidadãos desfrutem de uma assistência com equidade, reforçando a dificuldade de se atingir a justiça social em uma sociedade tão desigual e injusta como a brasileira. A ética propõe a equidade como base para resolver as distorções na distribuição da saúde, possibilitando o acesso universal. Este artigo tem como objetivo precípuo discutir como a bioética pode auxiliar para que haja maior equidade na assistência médica em nosso país.

Palavras-chave:

Bioética, Justiça Social, Assistência à saúde

Como Citar

1.
Bioética, assistência médica e justiça social. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 9º de abril de 2013 [citado 19º de junho de 2024];21(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/651