Células-tronco: concepções científicas e éticas do profissional de Enfermagem

Resumo

Este estudo analisou o discurso de enfermeiros docentes sobre a utilização de células-tronco embrionárias (CTE) nas pesquisas e em potenciais procedimentos terapêuticos, mediante investigação qualitativa exploratória envolvendo análise de discurso. A análise sugeriu que, apesar das bases conceituais sobre CTE serem relativamente corretas, as concepções sobre seu uso em contexto bioético foram fortemente baseadas em informações veiculadas pelos meios de comunicação. Acerca das questões éticas, os discursos foram muitas vezes ambíguos, ainda que se pudesse identificá-los como se opondo ou defendendo o uso das CTE na pesquisa e terapêutica. O conjunto dos resultados sugere a necessidade de o debate bioético de questões controversas, como as CTE, ser incorporado na agenda das coletividades profissionais com vistas a que estas representem pontes legítimas entre a produção do conhecimento científico, a discussão ética e a veiculação dessas informações para a sociedade.

Palavras-chave:

Ética. Bioética. Células tronco. Enfermagem

Como Citar

1.
Células-tronco: concepções científicas e éticas do profissional de Enfermagem. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 27º de dezembro de 2011 [citado 14º de abril de 2024];19(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/623