O uso do termo de consentimento livre e esclarecido na prática médica

Resumo

Este artigo analisa a aplicação do termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) na prática dos médicos que trabalham no Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Sergipe, localizado na cidade de Aracaju. A pesquisa que originou o trabalho verificou a atribuição de importância à aplicação do TCLE na prática médica. Foram entrevistados cinco médicos do HU, bem como analisados 72 prontuários de pacientes internos, de acordo com a bioética, a legislação e a doutrina brasileiras. Concluiu-se que apesar de visto como importante, o TCLE só é utilizado em dois serviços naquela unidade, apesar dos avanços da responsabilidade civil médica no Brasil.

Palavras-chave:

Termos de consentimento. Consentimento livre e esclarecido. Bioética. Responsabilidade civil.

Como Citar

1.
O uso do termo de consentimento livre e esclarecido na prática médica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 7º de janeiro de 2011 [citado 22º de fevereiro de 2024];18(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/595