Bioética da Prevenção

Autores

  • Giovanni Berlinguer

Resumo

Além das razões práticas, que consistem na sua eficiência,
existem motivos éticos que justificam a exigência de dar prioridade à prevenção das doenças. Esses são três: a sua virtude antecipatória, porque pode permitir aos indivíduos serem eticamente ativos; o princípio da universalidade, porque pode aplicar-se a todos, e contém portanto uma perspectiva igualitária; a capacidade de atenuar os conflitos, inclusive aquele próprio da atividade dos médicos, os quais vivem e ganham por meio das doenças ao invés da saúde.

Palavras-chave:

Prevenção, alocação de recursos, eqüidade

Biografia do Autor

Giovanni Berlinguer

Membro do Comitê Nacional de Bioética da Itália

Publicado:

2009-11-05

Downloads

Como Citar

1.
Berlinguer G. Bioética da Prevenção. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 5º de novembro de 2009 [citado 15º de julho de 2024];2(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/457