Percepção de profissionais de saúde sobre diretivas antecipadas de vontade

Autores

Resumo

Diretivas antecipadas de vontade são instrumentos que buscam garantir antecipadamente o cumprimento dos desejos do paciente em circunstâncias em que ele não consiga se manifestar livremente. Neste trabalho investigou-se a percepção de profissionais de saúde sobre o uso dessa ferramenta em cuidados paliativos, além dos principais dilemas éticos e ganhos ou prejuízos decorrentes de seu uso. Foi realizada entrevista semidirigida com nove profissionais, e os dados foram submetidos à análise de conteúdo. Evidenciaram-se cinco categorias, que apontaram para uma boa receptividade do recurso, por assegurar o exercício da autonomia do paciente, fortalecendo a percepção do cuidado, facilitando as decisões e propiciando conforto psicológico. Por sua vez, as adversidades ou desafios envolveram necessidade de melhor preparo técnico e maior integração da equipe, sobrecarga profissional, insegurança jurídica com eventual uso do instrumento, finitude como tabu e desconhecimento da sociedade acerca do tema.

Palavras-chave:

Diretivas antecipadas. Cuidados paliativos. Bioética. Equipe de assistência ao paciente.

Biografia do Autor

Anne Karolyne Santos Barbosa, UNIVERSIDADE FEDERAL SERGIPE - UFS

Especialista em saúde do adulto e do idoso pela
Universidade Federal de Sergipe e Hospital Universitário Júlio Muller/Ebserh, HUJM/Ebserh, Sergipe,
Brasil). Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2917-8112. Aracaju, Sergipe, Brasil.

Walter Lisboa, Universidade Federal de Sergipe - UFS

Doutor pelo Programa de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP. Docente da Universidade Federal de Sergipe, Centro de Educação e Ciências Humanas, Departamento de
Psicologia. https://orcid.org/0000-0001-5798-6737. São Cristóvão, Sergipe, Brasil

Anali Póvoas Orico Vilaça, Universidade Paulista - UNIP

Mestre em Psicologia Clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo - USP (SP). Docente da Universidade Paulista – UNIP no curso de Psicologia. Orcid:
https://orcid.org/0000-0003-1807-5986. São Paulo, SP. Brasil

Como Citar

1.
Barbosa AKS, Lisboa W, Vilaça APO. Percepção de profissionais de saúde sobre diretivas antecipadas de vontade. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 13º de março de 2024 [citado 19º de abril de 2024];31(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3493