Autonomia do paciente ante a vacinação contra covid-19

Autores

Resumo

A pandemia causou uma grave crise de saúde pública, sendo a vacinação uma ação adotada para o enfrentamento do impasse. Entretanto, a hesitação vacinal representa uma barreira no esforço para alcançar a imunidade coletiva. Deve-se considerar que tal recusa é um direito relativo à autonomia do paciente, sendo essa influenciada por fatores como política, confiança nos governantes, ceticismo em relação às indústrias farmacêuticas e exposição midiática, no contexto da pandemia. Diante disso, conhecer tais aspectos faz-se necessário a fim de minimizar o imbróglio e promover maior aceitação pela vacina, por meio de amplos esforços realizados pelas autoridades de saúde pública.

Palavras-chave:

Autonomia. Recusa de Vacinação. Vacinas contra COVID-19.

Como Citar

1.
Ferro GB, Arthur da Silva Morais C, Antonio Rodrigues Mendes E, Gomes Pinto F, Regina Bastos Neder P. Autonomia do paciente ante a vacinação contra covid-19. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 8º de agosto de 2023 [citado 24º de fevereiro de 2024];31(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3410