Abordagens à covid-19: bioética, empatia e a perspectiva de Spinoza

Autores

Resumo

A covid-19 é uma crise sanitária e humanitária inscrita entre as maiores pandemias que a humanidade já conheceu. Este artigo destaca o caráter de sindemia que essa pandemia assumiu ao encontrar populações com maior vulnerabilidade econômica, social e ambiental. Diante desses contextos, intenta-se refletir, ontologicamente, sobre o ser humano e como o aprimoramento moral pode tornar-se um processo facilitador de diálogos empáticos, que gerem soluções solidárias nacionais e transnacionais
durante crises pandêmicas. Serão considerados os conceitos de sindemia, bioética, ontologia, aprimoramento moral, processo facilitador, diálogo, dialética, empatia, conatus, afetos, apetite, desejo e continuum e suas potencialidades para reduzir danos durante a pandemia de covid-19. Por fim,
este trabalho será concluído com um breve olhar a partir da perspectiva racionalista de Spinoza.

Palavras-chave:

Covid-19. Sindemia. Bioética. Empatia.

Como Citar

1.
Simplicio JG, Schramm FR. Abordagens à covid-19: bioética, empatia e a perspectiva de Spinoza. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 10º de abril de 2023 [citado 19º de abril de 2024];31(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3282