Vulnerabilidades evidenciadas pela pandemia de covid-19 na perspectiva da bioética

Autores

Resumo

Resumo Por meio de revisão integrativa da literatura, este artigo teve o objetivo de identificar vulnerabilidades da população brasileira evidenciadas durante a pandemia da covid-19. Realizou-se busca nas bases de dados SciELO, LILACS e PubMed no período de fevereiro a março de 2021, sendo selecionados sete artigos, que foram organizados conforme as informações a seguir: título, autor, abordagem dos estudos, objetivos e principais resultados. Foram encontradas as seguintes vulnerabilidades: negação de direitos, falta de poder socioeconômico e violência contra crianças e idosos. Estas foram sistematizadas nas categorias “vulnerabilidade por falta de poder” e “vulnerabilidade por momentos do desenvolvimento humano”. Constatou-se que essas fragilidades são historicamente marcadas na população brasileira e têm sido acentuadas neste período de pandemia, o que ressalta a necessidade de intervenção ativa na perspectiva da bioética. 

Palavras-chave:

Vulnerabilidade social. Vulnerabilidade em saúde. Covid-19.

Como Citar

1.
Lira Matos PB, Correa RS, Branco DC, de Almeida GM, Silva Érica Q, do Nascimento LS. Vulnerabilidades evidenciadas pela pandemia de covid-19 na perspectiva da bioética. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 3º de janeiro de 2023 [citado 19º de abril de 2024];30(4). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3227