Reflexões de profissionais da enfermagem sobre cuidados paliativos

Autores

Resumo

Os cuidados paliativos visam proporcionar qualidade de vida ao paciente e à família, buscando atenuar problemas e sintomas, com foco em aliviar sofrimento. A equipe de enfermagem participa amplamente destes cuidados, que podem sobrecarregar emocionalmente o profissional. Portanto, este estudo buscou esclarecer os sentimentos de profissionais da enfermagem que atuam nesta área. Trata-se de estudo descritivo, qualitativo e de caráter exploratório, utilizando roteiro semiestruturado como instrumento de coleta de dados. Participaram do estudo dez profissionais da equipe de enfermagem do setor de cuidados paliativos de um hospital. Observou-se sobrecarga emocional nos entrevistados e dificuldades em lidar com alguns sentimentos. Percebeu-se a carência de estratégias que amenizem estas sobrecargas no ambiente de trabalho e da abordagem da paliatividade nos currículos de saúde. Alguns sentimentos descritos pelos entrevistados foram difíceis de administrar, principalmente por profissionais menos experientes.

Palavras-chave:

Cuidados paliativos. Emoções. Equipe de enfermagem. Cuidados de enfermagem.

Biografia do Autor

Mônica Olívia Lopes Sá de Souza, Universidade da Amazônia (UNAMA)

Mestra em Desenvolvimento em Meio Ambiente Urbano, Universidade da Amazônia (UNAMA) – Belém, Pará, Brasil.

Ivana Falcão de Macêdo Troadio, Faculdade Pan Amazônica (FAPAN)

Enfermeira, Faculdade Pan Amazônica (FAPAN) – Belém, Pará, Brasil.

Alessandro Silva Sales, Faculdade Pan Amazônica (FAPAN)

Enfermeiro, Faculdade Pan Amazônica (FAPAN) – Belém, Pará, Brasil.

Rafael Everton Assunção Ribeiro da Costa, Universidade Estadual do Piauí

Acadêmico de Medicina, Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Teresina, Piauí, Brasil. Endereço: Rua Olavo Bilac, 2335, Centro, Teresina (PI), Brasil. E-mail: rafassuncao.rafael@gmail.com. Telefone: +55(86)98867-7329.

Dayara de Nazaré Rosa de Carvalho, Universidade Estadual do Pará (UEPA)

Mestranda, Programa de Pós Graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual do Pará (PPGENF-UEPA)

Glória Synara Lopes Sá Holanda, Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (FENSG)

Enfermeira, Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (FENSG) – Belém, Pará, Brasil.

Viviane Ferraz Ferreira de Aguiar, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Doutoranda, Programa de Pós Graduação em Doenças Tropicais pela Universidade Federal do Pará (PPGDT-UFPA) – Belém, Pará, Brasil.

Regianne Maciel dos Santos Correa, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Doutora em Neurociências e Biologia Celular, Universidade Federal do Pará (UFPA). – Belém, Pará, Brasil.

Elisa da Silva Feitosa, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutora em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Como Citar

1.
Lopes Sá de Souza MO, Falcão de Macêdo Troadio I, Silva Sales A, Assunção Ribeiro da Costa RE, Rosa de Carvalho D de N, Lopes Sá Holanda GS, et al. Reflexões de profissionais da enfermagem sobre cuidados paliativos. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 5º de abril de 2022 [citado 29º de fevereiro de 2024];30(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/2731