Segurança do paciente e aspectos éticos: revisão de escopo

Autores

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar aspectos éticos relacionados à segurança do paciente em serviços de saúde. Para isso, realizou-se uma revisão de escopo nas bases SciELO, Lilacs, Ibecs, Medline, Bdenf, Cinahl e Google Acadêmico em setembro de 2019. Foram incluídos na amostra artigos originais, relatos de experiência, estudos teóricos e editoriais. A revisão abrangeu 32 estudos, publicados entre 2004 e 2019. Da análise do corpus resultaram sete categorias: fatores organizacionais e da equipe; comunicação com o paciente; comunicação de incidentes; beneficência e não maleficência; justiça; autonomia; e elementos potencializadores da ética na segurança do paciente. Acredita-se que os resultados desta revisão podem ser úteis para sensibilizar profissionais de saúde para aspectos éticos que envolvem a segurança do paciente. 

Palavras-chave:

Ética. Bioética. Segurança do paciente. Erros médicos. Revisão.

Biografia do Autor

Carlise Rigon Dalla Nora, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Professora Adjunto A da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Po?s-Doutora (2019) pelo Programa de Po?s-Graduac?a?o em Enfermagem UFRGS. Doutora em enfermagem (2017) pela Universidade Cato?lica Portuguesa (UCP). Mestre em Saúde coletiva, Especialista em Saúde da Família, Enfermeira. 

José Roque Junges, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Professor do Programa de Po?s-Graduac?a?o em Sau?de Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Doutor em Teologia Moral pela Pontificia Università Gregoriana de Roma, Itália. Mestre em Teologia pela Pontificia Universidad Catolica de Chile. Graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Como Citar

1.
Dalla Nora CR, Junges JR. Segurança do paciente e aspectos éticos: revisão de escopo. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 21º de junho de 2021 [citado 19º de maio de 2024];29(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/2472