Ciências forenses: princípios éticos e vieses

Autores

Resumo

As ciências forenses empregam conhecimentos científicos e técnicas diversas para apurar crimes e outros assuntos legais – cíveis, penais ou administrativos. Sua principal função é viabilizar as investigações relativas à justiça civil e criminal, visando esclarecer as questões do sistema de segurança pública. Porém, com o avanço tecnológico, certos crimes – e, consequentemente, a prática forense – tornaram-se mais complexos. Como todas as profissões, as ciências forenses são regidas por princípios e práticas éticas que acrescentam deveres e responsabilidades ao profissional, objetivando agregar qualidade tanto no plano técnico quanto humano e evitar vieses. Com isso, este artigo apresenta reflexões sobre questões éticas e vieses relacionados à atuação dos profissionais das ciências forenses. 

Palavras-chave:

Ciências forenses. Ética. Bioética.

Biografia do Autor

Franciéllen Barros, Universidade Estadual Paulista - Unesp

Biomédica

Mestre em Ciências Forenses - Unesp

Doutoranda em Ciências Forenses - Unesp

Membro do Grupo de Pesquisa “Núcleo Brasileiro de Ciências Forenses, Bioética, Biodireito e Ética em Ciência e Tecnologia”, cadastrado no CNPq

Membro do Grupo de Pesquisa “Grupo Brasileiro de Imaginologia e Radiologia Forense”, cadastrado no CNPq

Bárbara Kuhnen, Universidade Estadual Paulista - Unesp

Biomédica

Mestre em Ciências Forenses - Unesp

Doutoranda em Ciências Forenses - Unesp

Membro do Grupo de Pesquisa “Núcleo Brasileiro de Ciências Forenses, Bioética, Biodireito e Ética em Ciência e Tecnologia”, cadastrado no CNPq

Membro do Grupo de Pesquisa “Grupo Brasileiro de Imaginologia e Radiologia Forense”, cadastrado no CNPq

Mônica da Costa Serra, Universidade Estadual Paulista - Unesp

Cirurgiã-dentista

Advogada

Licenciada em Letras

Especialista em Odontologia Legal

Mestre e Doutora em Odontologia

Pós-doutora em Bioética - Universidade Complutense de Madri, Espanha

Pós-doutora em Direito Internacional da Saúde - Universidade de São Paulo

Pós-doutora em Antropologia Forense - Universidade de Coimbra, Portugal

Livre-docente em Odontologia Legal

Professora Adjunto da Unesp

Orientadora de Mestrado e Doutorado, área de Ciências Forenses - Unesp

Ex-Coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa da FOAr-Unesp

Responsãvel pelas disciplinas de Bioética, Deontologia, Odontologia Legal, Antropologia Forense e Novas Tecnologias em Identificação Humana (graduação) e Bioética, Biodireito, Direito Médico, Odontológico e da Saúde, Identidade, Identificação e Reconhecimento Humanos, Ética em Pesquisa e Forensic Anthropology and Archaeology, e docente da disciplina de Novas Tecnologias em Antropologia, Odontologia Forense e Medicina Legal (pós-graduação stricto sensu), na Unesp.

Líder do Grupo de Pesquisa “Núcleo Brasileiro de Ciências Forenses, Bioética, Biodireito e Ética em Ciência e Tecnologia”, cadastrado no CNPq

Líder do Grupo de Pesquisa “Grupo Brasileiro de Imaginologia e Radiologia Forense”, cadastrado no CNPq

Clemente Maia Silva Fernandes, Universidade Estadual Paulista - Unesp

Cirurgião-dentista

Bacharel em Direito

Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial

Especialista em Odontologia Legal

Mestre em Odontologia - Prótese Buco-Maxilo-Facial

Doutor em Ciências Odontológicas – Odontologia Social

Pós-doutor em Direito Internacional da Saúde - Universidade de São Paulo

Pós-doutor em Antropologia Forense - Universidade de Coimbra, Portugal

Orientador de Mestrado e Doutorado, área de Ciências Forenses - Unesp

Professor das disciplinas de Bioética, Biodireito, Direito Médico, Odontológico e da Saúde, Identidade, Identificação e Reconhecimento Humanos, Ética em Pesquisa e Forensic Anthropology and Archaeology, e responsável pela disciplina de Novas Tecnologias em Antropologia, Odontologia Forense e Medicina Legal (pós-graduação stricto sensu), na Unesp.

Líder do Grupo de Pesquisa “Núcleo Brasileiro de Ciências Forenses, Bioética, Biodireito e Ética em Ciência e Tecnologia”, cadastrado no CNPq

Líder do Grupo de Pesquisa “Grupo Brasileiro de Imaginologia e Radiologia Forense”, cadastrado no CNPq

Como Citar

1.
Barros F, Kuhnen B, Serra M da C, Fernandes CMS. Ciências forenses: princípios éticos e vieses. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 5º de abril de 2021 [citado 14º de junho de 2024];29(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/2273