Inovação biomédica e ética: técnicas substitutivas na experimentação animal

Autores

  • Tatiana Tavares da Silva UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA-MS
  • Marilena Cordeiro Dias Villela Corrêa Professora Associada , Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro,Brasil

Resumo

A utilização de animais não humanos como ferramenta de pesquisa biomédica e em testes da indústria para consumo humano foi incorporada às práticas científicas e assimilada como fundamental. A revisão sistemática dos resultados de protocolos de fases pré-clínicas não é prática corrente, mas metanálises recentes questionam a capacidade de projeção desses dados para a espécie humana. Atualmente, junto com o questionamento científico há abrangente discussão ética sobre os conflitos inerentes à instrumentalização da vida do animal não humano, cujo ápice é alcançado na criação de animais transgênicos. O objetivo deste artigo é discutir a aplicação do conceito de vulnerabilidade ao animal não humano no contexto da experimentação e pensar as relações de poder implícitas nessas práticas. Como aplicação prática da teoria exposta, propõe-se implantar e desenvolver técnicas substitutivas ao modelo animal, que conjuguem ética e inovação.

Palavras-chave:

Modelos animais. Experimentação animal. Ética em pesquisa. Estudo sobre vulnerabilidade.

Biografia do Autor

Tatiana Tavares da Silva, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA-MS

PROFESSORA ADJUNTO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS -UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

DOUTORA EM BIOÉTICA,ÉTICA APLICADA E SAÚDE COLETIVA-PPGBIOS-UFRJ/FIOCRUZ/UERJ/UFF -2014

COORDENADORA DA DISCIPLINA DE BIOÉTICA DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS MÉDICAS -MESTRADO-DOUTORADO-FCM-UERJ E DO PROGRAMA DE FISIOCIRURGIA EXPERIMENTAL FCM-UERJ

MESTRE EM CARDIOLOGIA UERJ-1995

MÉDICA CARDIOLOGISTA DO INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA /MS

 

Marilena Cordeiro Dias Villela Corrêa, Professora Associada , Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro,Brasil

Professora Associada do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Como Citar

1.
Tavares da Silva T, Cordeiro Dias Villela Corrêa M. Inovação biomédica e ética: técnicas substitutivas na experimentação animal. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 21º de dezembro de 2020 [citado 14º de junho de 2024];28(4). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/2236