Biopolítica como teorema da Bioética

Autores

  • José Roque Junges Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Resumo

Ensaio teórico sobre a biopolítica como contexto para discutir as questões da bioética. Usa o conceito de teorema como conjunto de axiomas, a partir dos quais e sob cuja ótica se desenvolvem discussões nas quais eles estão implicados. O ponto de partida é que os tempos modernos introduziram a gestão biopolítica da vida. Esta gestão pressupõe a transformação da vida em valor de troca, possibilitando a sua captura biopolítica e econômica. Ela efetiva-se através das biotecnologias e mais recentemente pela interiorização do sistema técnico na própria subjetividade das pessoas, tornando-se uma engrenagem subsumida aos processos econômicos. Essa captura maquinal despotencializa a subjetividade humana, porque a separa de sua forma-de-vida, condição para a autonomia. O teorema biopolítico é a base para poder discutir problemas de bioética, permitindo ter presente as dinâmicas socioculturais de sua configuração e compreendendo a sua análise ética como hermenêutica crítica.

Palavras-chave:

Epistemologia, Bioética, Biopolítica, Governo, Economia

Biografia do Autor

José Roque Junges, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Professor e pesquisador em Saúde Coletiva e Bioética do mestrado e doutorado em Saúde Coletiva da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Como Citar

1.
Junges JR. Biopolítica como teorema da Bioética. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 22º de junho de 2018 [citado 22º de fevereiro de 2024];26(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1525