Bioética e violência

Autores

  • Marlene Braz

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir sobre as relações entre a bioética e a violência, até então negligenciadas. A relevância, as relações com as políticas econômicas excludentes, o papel da ciência na coisificação do ser humano, o desrespeito aos direitos humanos e à dignidade humana são temas de interesse da disciplina. O método utilizado foi o desenho de ensaio compreendido como um exercício crítico de procura de novas maneiras de olhar os fatos. Na introdução, são enfocadas as relações entre a violência e a bioética. A seguir, são trabalhados os conceitos e significados da violência no mundo atual. Após o que é abordado o papel do Estado frente a vulnerabilidade à violência. Como conclusão, constata-se que o não-privilegiamento da violência no campo da bioética deve ser revisto, tendo em vista a importância do tema e o papel que esta disciplina deve ter junto à política econômica, no sentido de prevenir e combater a violência.

Palavras-chave:

violência, exclusão social, política econômica, justiça, direitos humanos, bioética

Biografia do Autor

Marlene Braz

Psicanalista, doutora em Ciências, docente e pesquisadora em Bioética no Instituto Fernandes Figueira e na Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz, Presidente da Sociedade Brasileira de Bioética (2007-2009)

Publicado:

2009-09-16

Downloads

Como Citar

1.
Braz M. Bioética e violência. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 16º de setembro de 2009 [citado 18º de junho de 2024];12(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/136