Ethics, global health and Zika virus infection: a view from Brazil

Autores

Resumo

A emergência da epidemia pelo vírus Zika, com risco da síndrome congênita e outros eventos relacionados com seu neurotropismo, bem como o acesso desigual a recursos para diagnóstico e cuidados de saúde, constitui cenário com várias preocupações éticas. Abordamos três questões relacionadas com a infecção pelo Zika vírus. A primeira refere-se às relações entre os Estados nacionais num contexto geopolítico particular de “emergência de saúde pública de preocupação internacional”; a segunda, ao equilíbrio entre liberdade e
direitos individuais e a necessidade de intervenção do Estado; a terceira, ao direito das mulheres de escolher o aborto e a assistência para uma legião de crianças com síndromes neuropáticas e suas famílias. Para lidar com
uma pandemia em um mundo sem fronteiras, devemos criar equipes internacionais cooperativas, lidar com diferentes abordagens culturais sobre o equilíbrio entre direitos individuais e coletivos e suas consequências
para a assistência e políticas públicas.

Palavras-chave:

Bioética. Infecção pelo Zika vírus. Doenças transmissíveis emergentes. Saúde global. Brasil. Políticas públicas de saúde. Internacionalidade.

Biografia do Autor

Sergio Rego, Fundação Oswaldo Cruz Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Pesquisador Titular

Médico, doutor em saúde coletiva, pesquisador titular da Ensp/Fiocruz, Pesquisador 1D do CNPq, Coordenador Geral do Programa de Pós-graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva.

Marisa Palacios, Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Estudos em Saúde Coletiva Programa de Pós-graduação em Bioética, ética aplicada e saúde coletiva

Médica, mestre em sa'ude coletiva, doutora em engenharia da produção, Professora do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ, Coordenadora na UFRJ do PRograma de Pós-graduação em Bioética, ética aplicada e saúde coletiva.

Como Citar

1.
Rego S, Palacios M. Ethics, global health and Zika virus infection: a view from Brazil. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 25º de novembro de 2016 [citado 28º de fevereiro de 2024];24(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1279