Ética e aspectos psicossociais em crianças e adolescentes candidatos a cirurgia bariátrica

Autores

  • luiza a c moreira Universidade Federal da Bahia

Resumo

Tratamento e prevenção da obesidade na infância e adolescência são discutidos entre médicos e público leigo. Há poucas informações disponíveis sobre cirurgia bariátrica nessa faixa etária quanto a consequências em longo prazo, mas dados sugerem que esse procedimento é oferecido cada vez mais frequentemente. Surgem questões éticas de extrema relevância relacionadas a conceitos como beneficência, autonomia, capacidade e igualdade. O objetivo deste trabalho é discutir aspectos éticos e biopsicossociais envolvidos na decisão sobre a intervenção cirúrgica para casos de obesidade em crianças e adolescentes. Trata-se de revisão de literatura mediante pesquisa no banco de dados PubMed entre maio de 1994 e maio de 2015, utilizando os termos “ethics” e “bariatric surgery” × “adolescents” × “children”. Verificou-se que o tratamento cirúrgico da obesidade em crianças e adolescentes é controverso. Médicos devem estar atentos ao disponibilizar para pais e pacientes todas as informações atualmente existentes.

Palavras-chave:

Ética-Bioética. Adolescentes. Obesidade. Cirurgia bariátrica.

Biografia do Autor

luiza a c moreira, Universidade Federal da Bahia

Professor Adjunto Pediatria - Universidade Federal da Bahia 

Coordenadora do ambulatório de Transtornos Alimentares do Hospital Universitário Professor Edgard Santos- Universidade Federal da Bahia 

Como Citar

1.
moreira luiza a c. Ética e aspectos psicossociais em crianças e adolescentes candidatos a cirurgia bariátrica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 30º de março de 2017 [citado 2º de março de 2024];25(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1140