Autonomia, consentimento e vulnerabilidade do participante de pesquisa clínica

Autores

  • Danielle Cristina dos Santos Cosac

Resumo

Esta revisão bibliográfica tem como objetivo discutir os conceitos de autonomia, consentimento e vulnerabilidade do participante de pesquisa clínica por meio de abordagem qualitativa. Discute-se ainda a relação da autonomia versus paternalismo; a vulnerabilidade e o double standard; e a prática do imperialismo moral em países periféricos. Ponderam-se os pontos mencionados sob o prisma da bioética latino-americana. Por fim, é apontada como nova perspectiva a reestruturação da legislação e dos comitês de ética em pesquisa.

Palavras-chave:

Autonomia pessoal. Consentimento livre e esclarecido. Vulnerabilidade em saúde. Sujeitos da pesquisa. Pesquisa-humanos.

Como Citar

1.
Cosac DC dos S. Autonomia, consentimento e vulnerabilidade do participante de pesquisa clínica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 30º de março de 2017 [citado 2º de março de 2024];25(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1066