Uso da casuística no processo ensino-aprendizagem de bioética em saúde

Autores

  • Daniela Aparecida Azevedo Leite
  • Juliana Dias Reis Pessalacia
  • Patrícia Pinto Braga
  • Camila Maria Pereira Rates
  • Cissa Azevedo
  • Elma Lourdes Campos Pavone Zoboli

Resumo

Existem vários modelos em bioética capazes de contribuir para tomada de decisão em saúde. O modelo da casuística trabalha com análise de casos reais para se tomar decisões diante de problemas bioéticos. Trata-se de estudo descritivo, qualitativo, a partir de análise temática, realizado com 16 acadêmicos da área de saúde com o objetivo de identificar suas experiências no processo de ensino-aprendizagem em bioética a partir do método de casos, fundamentado no modelo da casuística. Emergiram duas categorias: “o modelo
da casuística como facilitador da formação do posicionamento ético e do processo de tomada de decisão” e “a dificuldade da aplicação prática dos paradigmas e analogias no modelo da casuística”. A partir das experiências
relatadas, conclui-se que o modelo da casuística contribui significativamente para a tomada de decisão em problemas bioéticos, bem como auxilia o processo de ensino-aprendizagem de bioética durante a graduação na área da saúde.

Palavras-chave:

Bioética. Ciências da saúde. Tomada de decisões. Ensino. Materiais de ensino.

Como Citar

1.
Leite DAA, Pessalacia JDR, Braga PP, Rates CMP, Azevedo C, Zoboli ELCP. Uso da casuística no processo ensino-aprendizagem de bioética em saúde. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 30º de março de 2017 [citado 29º de fevereiro de 2024];25(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1032