Conflitos éticos na comunicação de más notícias em oncologia

Resumo

Partindo de abordagem qualitativa, com entrevistas semiestruturadas, analisadas pelo método hermenêutico-­dialético, busca-se identificar os conflitos éticos vividos por oncologistas na comunicação de diagnósticos de câncer, analisando os problemas desencadeados pelas más notícias. Da pesquisa participaram quinze oncologistas clínicos e cirurgiões, que relataram que a comunicação do diagnóstico de câncer é considerada difícil tarefa devido à ausência de investimentos para o desenvolvimento das habilidades de comunicação na gradua­ção médica; ao simbolismo do câncer; à presença de fantasias relacionadas ao conhecimento do diagnóstico e a dificuldades na abordagem da morte. Os principais conflitos éticos citados estão relacionados à justa adequação moral do emprego da verdade na comunicação, se esta é uma ação beneficente para o paciente, e ao manejo com a família na relação médico-paciente. A conclusão observou que os problemas éticos desencadea­dos decorrem, predominantemente, em relações paternalistas com interferência na autonomia do paciente. 

Palavras-chave:

Neoplasias, Relações médico-paciente, Revelação da verdade, Ética, Paternalismo, Autonomia pessoal

Como Citar

1.
Conflitos éticos na comunicação de más notícias em oncologia. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 10º de dezembro de 2013 [citado 14º de abril de 2024];21(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/854