Estudo exploratório acerca da utilização de métodos alternativos em substituição aos animais não humanos


Resumo


Este artigo decorre de pesquisa realizada para levantar a aceitação do uso de animais na pesquisa e docência. Esta prática tem gerado conflitos morais na sociedade atual, os quais vêm sendo discutidos na esfera da ética animal. Nesta área a substituição de animais por métodos alternativos ganha espaço, sendo frequentemente utilizada. A aprovação da Lei 11.794/08, oficializada pelo Decreto 6.899/09, incentivou o debate sobre a temática em nosso país. A busca do interesse dos profissionais da área da saúde (incluindo biologia) pelo tema, considerando que este segmento será diretamente afetado pela legislação, levou à proposta desta pesquisa de campo em nossa universidade. A análise das respostas permitiu concluir que o percentual de professores preocupados com o tema é pequeno. Da amostra, significativo número se posiciona como atento ao bem-estar, dor e diminuição do número de animais, aceitando as alternativas e não se opondo a testá-las. Muitos respondentes, entretanto, afirmam desconhecer métodos alternativos.

Palavras-chave


Bioética. Animais. Alternativas ao uso de animais. Investigação laboratorial.

Texto completo:

PDF PDF (English)


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.