A dramatização como estratégia de ensino da comunicação de más notícias ao paciente durante a graduação médica

Resumo

Os autores revisaram 15 trabalhos da literatura mundial publicados entre 2005 e janeiro de 2010 com o objetivo de analisar a técnica de dramatização como estratégia de ensino. Como resultado, encontrou-se que a dramatização, no contexto de um conjunto de atividades do tipo oficina, laboratório (workshop) ou similar, é uma estratégia frequentemente utilizada para o ensino da comunicação de más notícias ao paciente durante a graduação médica. A dramatização tanto pode ser realizada mediante o desempenho de papéis (role playing) entre colegas como
pela utilização de pacientes simulados ou padronizados. Catorze dos 15 trabalhos revisados utilizam ou recomendam a dramatização como parte prática do treinamento desta habilidade. Os autores concluem que a dramatização constitui estratégia adequada para o ensino da
comunicação de más notícias ao paciente durante a graduação médica.

Palavras-chave:

Métodos de estudo de matéria médica. Desempenho de papéis. Comunicação. Aprendizagem. Notícias. Bioética.

Como Citar

1.
A dramatização como estratégia de ensino da comunicação de más notícias ao paciente durante a graduação médica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 7º de janeiro de 2011 [citado 14º de abril de 2024];18(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/596