Questões Suscitadas pela AIDS em Saúde Ocupacional

Autores

  • Marco Segre

Resumo

O autor aborda inicialmente o problema da discriminação do indivíduo soropositivo para o HIV. Esboça uma análise das causas psicossociais dessa discriminação que passa pelo medo e ódio e culmina com a rejeição. Tece algumas considerações sobre os dilemas éticos do médico do trabalho e dos profissionais de saúde que atuam na área de Saúde Ocupacional, especialmente quando a serviço de empresas. A posição desses profissionais, que já é difícil em face das pressões exercidas pela empresa, é agravada pelo preconceito referente ao trabalhador com AIDS. São discutidas criticamente algumas situações em que, com freqüência é invocado o direito à discriminação do trabalhador HIV-positivo finalmente, são citados os dispositivos legais (Constituição da República, CLT, Código de Ética Médica e Portarias Ministeriais) sobre a matéria, em vigor no Brasil.

Biografia do Autor

Marco Segre

Professor titular do Departamento de Medicina Legal, Ética Médica e Medicina Social e do Trabalho da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Publicado:

2009-11-06

Downloads

Como Citar

1.
Segre M. Questões Suscitadas pela AIDS em Saúde Ocupacional. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 6º de novembro de 2009 [citado 25º de fevereiro de 2024];1(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/479