Bioética da Prevenção

Giovanni Berlinguer

Resumo


Além das razões práticas, que consistem na sua eficiência,
existem motivos éticos que justificam a exigência de dar prioridade à prevenção das doenças. Esses são três: a sua virtude antecipatória, porque pode permitir aos indivíduos serem eticamente ativos; o princípio da universalidade, porque pode aplicar-se a todos, e contém portanto uma perspectiva igualitária; a capacidade de atenuar os conflitos, inclusive aquele próprio da atividade dos médicos, os quais vivem e ganham por meio das doenças ao invés da saúde.


Palavras-chave


Prevenção; alocação de recursos; eqüidade

Texto completo:

PDF


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.