Implicações Filosóficas na Reflexão, Discurso e Ação dos Comitês de Ética

Maria Júlia Bartolomeu

Resumo


A autora expõe o esquema quase universalmente aceito para os Comitês de Ética, que exige o diálogo e a cooperação de especialistas e de outras pessoas interessadas e é um válido exemplo para estabelecer uma base ética de um ponto de vista não-convencional, como as propostas de uma ética comunicativa consensual, apresentada, entre outros, por Apel, Habermas e os representantes da Escola de Erlangen. Primeiramente, ela trata do que considera os itens problemáticos referentes ao funcionamento e composição dos Comitês de Ética. Em segundo lugar procura colocá-los dentro de uma ampla estrutura de trabalho de um ética comunicativa consensualbaseada no modelo da consulta.

Palavras-chave


Ética; Comitês de Ética; ética dialógica; ética da comunidade de comunicação

Texto completo:

PDF


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.