Juramento de Hipócrates: análise crítica

Autores

Resumo

O Juramento de Hipócrates é, talvez, o mais importante texto de ética médica do mundo ocidental. Amplamente discutido desde a Idade Média por estudantes e filósofos, mesmo com o dito fim da medicina hipocrática em favor do método científico, o documento suscita questões éticas essenciais e é adotado, com variações, em diversas instituições de ensino pelo mundo. Esta revisão procura analisar os textos transmitidos no original, apresentar algumas das interpretações que recebeu ao longo da história e suas leituras e versões em diferentes línguas, além de oferecer uma tradução moderna e comentada do original em grego. Por fim, discute-se sua adoção em escolas de medicina na atualidade.

Palavras-chave:

Juramento hipocrático. Ética médica. Bioética.

Biografia do Autor

Arnaldo Lichtenstein, HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Doutor em Medicina pela FMUSP, Diretor técnico do serviço de clínica geral do HCFMUSP, diretor da sociedade brasileira de trombose e hemostasia, governador eleito do capítulo brasileiro do American College of Physicians

Como Citar

1.
Brener PZ, Lichtenstein A. Juramento de Hipócrates: análise crítica. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 18º de outubro de 2022 [citado 24º de junho de 2024];30(3). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3184