Prevenção e manejo do suicídio: a perspectiva de futuros médicos

Autores

Resumo

Resumo O suicídio tem adquirido progressiva importância nas reflexões bioéticas, constituindo temática multifatorial que suscita importantes debates para o ensino e a prática médica, em especial no que se refere à autonomia e à vulnerabilidade. Com o intuito de problematizar o assunto no campo da educação médica, este estudo pretendeu compreender a opinião de acadêmicos do curso de medicina acerca do tema, por meio de questionário semiestruturado aplicado a 188 acadêmicos de ambos os sexos, matriculados em universidade pública estadual. Os achados reforçam a importância do preparo pessoal e acadêmico em intervenções junto a pessoas em risco de suicídio, entretanto a visibilidade dessa temática na formação de futuros médicos ainda é um desafio, particularmente quando se considera a importância de ações educativas e preventivas nesse cenário.

 

 

Palavras-chave:

Suicídio. Estudantes de medicina. Educação médica. Bioética.

Biografia do Autor

Ana Cristina Vidigal Soeiro, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ.

Professora Doutora do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Belém, Pará, Brasil e da Universidade Federal do Pará.

Livia Gomes Limonge, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Graduanda do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Belém, Pará, Brasil.

Nicole Salomão Lopes, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Graduanda do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Belém, Pará, Brasil.

Syenne Pimentel Fayal, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Graduanda do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (UEPA), Belém, Pará, Brasil.

Como Citar

1.
Soeiro ACV, Limonge LG, Lopes NS, Fayal SP. Prevenção e manejo do suicídio: a perspectiva de futuros médicos. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 3º de janeiro de 2023 [citado 14º de abril de 2024];30(4). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/3084