Mulheres HIV/Aids: silenciamento, dor moral e saúde coletiva

Lucilda Selli, Petronila Libana Cechim

Resumo


O presente estudo visa conhecer os motivos que levam as mulheres infectadas pelo HIV/Aids ao silenciamento da doença, bem como identificar até que ponto estabelecem relação de significado entre o silêncio e a saúde da coletividade. Estudo exploratório descritivo de natureza qualitativa, focalizou mulheres que buscaram o serviço de atendimento especializado para diagnóstico e tratamento do HIV/Aids, da secretaria de Saúde do município de São Leopoldo/RS. A amostra foi intencional e atingiu 98 mulheres entre 21 e 40 anos, portadoras da infecção pelo HIV ou com aids. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada e agrupados em temas para posterior análise. A contaminação ocorreu quase exclusivamente por relação heterossexual. A crença na “fidelidade” do parceiro influencia sobremaneira a atitude silenciosa das mulheres.
O medo e seus diferentes significados reforça, nas mulheres, essa atitude.

Palavras-chave


Mulher; HIV/Aids; Silêncio; Dor moral; Saúde coletiva

Texto completo:

PDF () PDF


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.