Espiritualidade e religiosidade: influência na terapêutica e bem-estar no câncer

Lívia Maria Pordeus Coura Urtiga, Gabriela Almeida Nogueira Lins, Alice Slongo, Ana Letícia Ferreira Ventura, Ana Karolina Gomes Domiciano Cabral, Luana Barbosa Parente, Mayane Maria Fernandes dos Santos, Maysa Ramos de Lima, Natália Sampaio Freitas, Tainah Gonçalves Fernandes

Resumo


A religiosidade e a espiritualidade proporcionam força e confiança a pacientes com neoplasia para encarar situações difíceis ao longo do processo da busca pela cura, indicando que o uso da fé é importante nesse momento. O estudo buscou analisar, por meio de revisão sistemática de literatura, a produção científica nacional e internacional para aferir se práticas religiosas e espirituais facilitam a adesão terapêutica e melhoram a qualidade de vida da população com câncer. O sistema Grades of Recommendation, Assessment, Development and Evaluation foi empregado para classificar o nível de evidência dos estudos. Alguns artigos demonstraram que espiritualidade e religiosidade influenciam positivamente no tratamento e bem-estar dos pacientes. Com base nos resultados, conclui-se que pacientes com câncer que utilizam a religiosidade e espiritualidade como estratégia apresentam maior esperança no tratamento, entretanto são necessários estudos mais aprofundados na área para garantir a eficácia dessa utilização. 


Palavras-chave


Neoplasias. Espiritualidade. Religião. Religião e medicina.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.