Decisão diante de conflitos bioéticos e formação em odontologia

Michelli Justen, Fabiana Schneider Pires, Cristine Maria Warmling

Resumo


O objetivo deste estudo é relacionar concepções sobre ética com a capacidade de tomada de decisão de estudantes no estágio inicial do curso de odontologia. Trata-se de pesquisa qualitativa, dividida em duas etapas: na primeira, 62 participantes responderam a um formulário on-line com duas perguntas sobre concepções de ética; na segunda, 59 deliberaram sobre duas situações de saúde envolvendo conflitos bioéticos. As respostas passaram por análise textual discursiva, por meio da qual se verificou que a maioria dos estudantes compreende a ética como orientação individual nas condutas sociais e profissionais. Essa concepção restrita de ética aparece também nos exercícios de tomada de decisão. Conclui-se que o ensino de bioética deve contemplar o papel de contextos singulares na tomada de decisão, enfatizando o respeito à vida, e não apenas o tratamento de doenças. Tal ensino, inserido de maneira transversal na formação, valoriza o cuidado centrado nas pessoas. 


Palavras-chave


Análise ética. Educação superior. Ética odontológica. Tomada de decisão clínica.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.