Justiça, cuidado e reconhecimento: trama moral do vínculo terapêutico

Pablo Dias Fortes, Sergio Rego

Resumo


O objetivo deste ensaio, dividido em duas partes, é investigar a estrutura geral do vínculo terapêutico. A primeira parte descreve agentes sociais como sujeitos moralmente interpelados pela norma fundamental da justiça (“a cada qual o que lhe é devido”), que na cena particular do cuidado se desdobra em potenciais conflitos intersubjetivos. A segunda representa a relação terapêutica articulada com os “três níveis do juízo médico” apontados por Paul Ricoeur – prudencial, deontológico e reflexivo –, conferindo às prescrições desse âmbito o estatuto de relação francamente moral. 


Palavras-chave


Ética médica. Status moral. Justiça social. Relações médico-paciente.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)