Percepção de fisioterapeutas sobre aspectos bioéticos em cuidados paliativos

Autores

Resumo

O objetivo do estudo é investigar a percepção de fisioterapeutas sobre aspectos bioéticos que envolvem o atendimento a pacientes sem possibilidades terapêuticas de cura. Trata-se de estudo transversal, descritivo, com profissionais do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Primeira Região. Foi aplicado questionário tipo survey, baseado nos princípios de autonomia, beneficência, não maleficência e justiça. Os resultados mostraram que a maioria dos profissionais atua com pacientes sem possibilidade terapêutica de cura, considera extremamente relevante o processo de tomada de decisão durante o atendimento, respeita a vontade do paciente, busca defender o princípio da beneficência e reconhece a importância da bioética e das discussões éticas na formação acadêmica. Conclui-se que os fisioterapeutas buscam tomar decisões de modo ético, mas há conflito de valores no que se refere a princípios como autonomia e beneficência. 

Palavras-chave:

Bioética. Ética. Cuidados paliativos. Pessoal de saúde. Fisioterapia.

Biografia do Autor

Fabiola Alves Alcantra, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em bioética, ética aplicada e sauúde coletiva

Como Citar

1.
Alcantra FA. Percepção de fisioterapeutas sobre aspectos bioéticos em cuidados paliativos. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 5º de abril de 2021 [citado 19º de maio de 2024];29(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/2318