Ética Médica e Bioética: a disciplina em falta na graduação médica

Nelson Grisard

Resumo


O presente trabalho deseja mostrar a possibilidade do ensino da Ética Médica e da Bioética como uma disciplina organizada e hierarquizada, cuja preocupação é colaborar com a formação do conhecimento dos alunos sobre o conceito de Medicina, a complexidade da relação médico-paciente-família, o segredo médico como condição sine qua non para o exercício profissional da Medicina e o valor do atestado médico, entre tantos outros. O autor faz uma introdução, discorre sobre os objetivos da disciplina, a motivação e os antecedentes para a adoção do modelo. Apresenta dados de várias escolas de Medicina brasileiras onde a ética, infelizmente, não aparece em destaque; compara, pari passu, os currículos das disciplinas humanísticas, básicas e clínicas, com o da Ética Médica e Bioética ministrado na Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Ao final, traz recomendações e conclusões ressaltando que durante todo o curso se chama atenção para os direitos e deveres de médicos e pacientes, e que a Medicina deve, e precisa, ser exercida com humanismo, compaixão e ética.

Palavras-chave


ensino da Ética Médica e da Bioética na graduação médica; possibilidades; adoção de um novo paradigma; efeitos profissionais a longo prazo; ensino médico

Texto completo:

PDF


CC-BY. Creative Commons Attribution 4.0 International.