Aspectos epidemiológicos e deontológicos da mortalidade no trânsito em Roraima

Autores

  • Antonio Alberto de Medeiros Ferreira Instituto Médico Legal de Roraima, Boa Vista-RR (perito legista) e Faculdade São Leopoldo Mandic, Campinas-SP (doutorando) http://orcid.org/0000-0001-5703-0735
  • Luciane Zanin de Souza Faculdade São Leopoldo Mandic, Campinas, São Paulo, Brasil
  • Flávia Martão Flório Faculdade São Leopoldo Mandic, Campinas, São Paulo, Brasil.

Resumo

Este estudo avalia a mortalidade no trânsito em Roraima sob os aspectos da epidemiologia e da deontologia. Trata-se de pesquisa longitudinal e descritiva, que comparou dados do Instituto Médico Legal de Roraima, do Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes e do Sistema de Informações sobre Mortalidade. A maioria das vítimas era homens (85,2%), pardos (81,5%), residentes em área urbana (81,5%), solteiros (66,7%), com entre 15 e 34 anos (54,9%). As lesões mais comuns foram contusão (96,2%) e fratura (75,5%). As partes mais atingidas foram cabeça (69,8%), membros inferiores (66%) e face (54,7%). A principal causa mortis foi trauma na cabeça (43,4%). Comparando os dados, constatou-se subnotificação da mortalidade no trânsito em Roraima. A reflexão constante é fundamental para estabelecer parâmetros éticos para os profissionais envolvidos, e recomenda-se integrar órgãos da saúde com o Instituto Médico Legal para criar banco de dados que subsidie políticas adaptadas à realidade local. 

Palavras-chave:

Acidentes de trânsito. Epidemiologia. Ética.

Biografia do Autor

Antonio Alberto de Medeiros Ferreira, Instituto Médico Legal de Roraima, Boa Vista-RR (perito legista) e Faculdade São Leopoldo Mandic, Campinas-SP (doutorando)

Graduado em Odontologia (UNIGRANRIO/RJ) e em Direito (Cathedral/RR). Formação Perito Odontolegista de Polícia Civil (ISSeC/RR). Pós-Graduação (Lato Sensu) Especialização: Odontologia Legal (UFRJ); Saúde Coletiva (PUC/RJ); Radiologia (UNIGRANRIO/RJ); Odontologia do Trabalho (CFO); Psicopedagogia (ICE/MT); Acupuntura (ABA/SP) e Homeopatia (CEHL/CE). Pós-Graduação (Stricto Sensu): Master en Ciências de la Educación Superior (UMTZ/Cuba); Master en Medicina Forense (UV/Espanha); Mestre em Saúde Coletiva (SLMANDIC/SP) e Doutorando em Clínicas Odontológicas (SLMANDIC/SP). Cargos efetivos: Perito Odontolegista de Polícia Civil do Estado de Roraima e Analista Judiciário Especialidade Odontologia do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima. Projeto de Pesquisa de Doutorado: Estudo do perfil epidemiológico de morbidade e mortalidade por acidentes de trânsito, aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa SLMANDIC, Campinas/SP com Parecer Consubstanciado nº 1.570.471 publicado na Plataforma Brasil, do Ministério da Saúde.

Como Citar

1.
de Medeiros Ferreira AA, Souza LZ de, Flório FM. Aspectos epidemiológicos e deontológicos da mortalidade no trânsito em Roraima. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 20º de março de 2020 [citado 18º de junho de 2024];28(1). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1608