Anencefalia: conhecimento e opinião dos médicos ginecologistas-obstetras e pediatras de Goiânia

Autores

  • Marcus Vinícius Martins de Castro Santana Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil
  • Fernanda Margonari Cabral Canêdo Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil
  • Ana Paula Vecchi Pontificia Universidade Catolica de Goias http://orcid.org/0000-0002-8019-2377

Resumo

Objetivando analisar o grau de conhecimento e opinião dos médicos sobre anencefalia, foi realizado estudo transversal com 70 ginecologistas-obstetras e pediatras de dois hospitais de Goiânia. Os entrevistados responderam a questionário com 20 perguntas fechadas, com opções “verdadeiro” ou “falso”, abrangendo cinco temas distribuídos em 31 afirmações com respostas em escala tipo Likert. A maioria dos entrevistados afirmou ter assistido a aula sobre anencefalia (70%), e a média de acertos foi de 13,17 questões. As afirmações
com mais acertos versavam sobre a gestação do anencéfalo (80%) e que anencefalia não significa morte encefálica (72%). As questões com menor número de acertos abordavam doação de órgãos de anencéfalo
nascido vivo (35%) e a legislação que permite a interrupção da gestação perante diagnóstico inequívoco de anencefalia (47,1%). Dos profissionais ouvidos, 30,41% concordaram que o anencéfalo tem vida. Conclui-se
que a anencefalia ainda é tema polêmico e necessita ser mais conhecida entre médicos.

Palavras-chave:

Aborto. Anencefalia. Morte encefálica. Vida. Anormalidades congênitas. Desenvolvimento embrionário.

Biografia do Autor

Marcus Vinícius Martins de Castro Santana, Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil

Acadêmico de medicina, Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil

Fernanda Margonari Cabral Canêdo, Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil

Acadêmico de medicina, Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Goiânia, Goiás, Brasil

Ana Paula Vecchi, Pontificia Universidade Catolica de Goias

Médica pela Universidade Federal de Goias

Pediatra e Reumatologista Pediatra pela Faculdade de Medicina da USP-SP (Universidade Sao Paulo)

Doutora em Ciencias Médicas pela USP

Professora Adjunta da Pontifícia Universidade Catolica De Goias

Como Citar

1.
Santana MVM de C, Canêdo FMC, Vecchi AP. Anencefalia: conhecimento e opinião dos médicos ginecologistas-obstetras e pediatras de Goiânia. Rev. bioét.(Impr.). [Internet]. 20º de julho de 2016 [citado 25º de junho de 2024];24(2). Disponível em: https://revistabioetica.cfm.org.br/revista_bioetica/article/view/1087