Percepção bioética sobre a dignidade no processo de morrer

José Ricardo de Oliveira, Nilton Alves de Rezende, Carlos Faria Santos Amaral, Amauri Carlos Ferreira, Yonne Souza Grossi

Resumo


Artigo elaborado a partir de pesquisa de natureza qualitativa e fenomenológica realizada por meio de entrevistas em profundidade, utiliza dois procedimentos metodológicos:
técnicas de história oral e observação participante. O tema matriz refere-se ao processo da terminalidade da vida humana. Relaciona-se à bioética e à atenção ao paciente sem perspectiva terapêutica convencional. O cerne da reflexão foi o morrer com dignidade. Consideraram-se três atitudes: o controle da dor, a morte domiciliar e o processo de silêncio que por horas ou dias antecede a morte. A atenção aos sujeitos pode representar respeito às diferenças, abertura de espaço para se criar e reforçar atitudes de autonomia, de dignidade e incentivar o uso de técnicas de cuidados paliativos.

Palavras-chave


Morte; Bioética; Autonomia pessoal; Direito a morrer

Texto completo:

PDF