Adolescent pregnancy in Colombia, 1992-2006: a conflict about sexual rights


Resumo


Gravidez adolescente na Colômbia, 1992-2006: um conflito acerca dos direitos sexuais Objetivos: analisar as políticas de saúde sexual e reprodutiva realizadas na Colômbia para explicar a persistência da gravidez na adolescência. Quadro metodológico: produzindo uma investigação de caráter sócio-histórico a abordagem baseou-se na sociologia política. Resultados: as reformas de ajuste estrutural impostas sobre a América Latina transformaram a política social numa lógica neoliberal que excluía sistematicamente muitos adolescentes. A gravidez na adolescência mostra o fracasso das políticas desenvolvidas durante as reformas introduzidas no período compreendido entre 1992 e 2006. Dos efeitos gerados, um dos problemas é o sistema de saúde pública no país, que proporciona a clandestinidade do aborto. Conclusões: os principais obstáculos para o exercício dos direitos fundamentais são: o poder ideológico da Igreja sobre a sexualidade e reprodução, e o poder político do Estado sobre o corpo da mulher. Recomendações: Bioética propõe um desafio no desenvolvimento das políticas públicas.

Palavras-chave


Saúde sexual e reprodutiva. Saúde pública. Aborto. Políticas públicas. Adolescentes. Colômbia.

Texto completo:

PDF PDF (English)