Saúde e autonomia: novos conceitos são necessários?

Arakén Almeida de Araújo, Ana Maria de Brito, Moacir Novaes

Resumo


Este artigo discute o conceito de saúde discorrendo sobre a importância do princípio da autonomia, fundamental à bioética principialista. Sugere que aspectos sociopolíticos sejam
considerados relevantes na elaboração de novos conceitos, adaptados e compatíveis com o conhecimento e a realidade atual. Considera que o avanço da ciência e da tecnologia, na segunda metade do século passado, manifestados pelas conquistas no campo da saúde, e as contribuições dos estudos para o entendimento da complexidade do saber no campo social, sinalizam para a necessidade de um novo conceito de saúde que valorize o homem e o meio em que vive.

Palavras-chave


Saúde; Autonomia; Bioética

Texto completo:

PDF