Orientações bioéticas de justiça distributiva aplicada às ações e aos sistemas de saúde

Paulo Antonio de Carvalho Fortes

Resumo


O artigo apresenta breve reflexão sobre orientações para a análise bioética do princípio da justiça distributiva aplicada às ações e aos sistemas de saúde. Discorre sobre os marcos que
definem as idéias de justiça distributiva e eqüidade em saúde, estabelecendo uma perspectiva histórica sobre o desenvolvimento desses conceitos e contextualizando-os frente à realidade dos
sistemas de saúde. Por fim, analisa à luz da bioética diversos pressupostos de justiça distributiva, conduzindo tal reflexão a considerações sobre a especificidade do Sistema Único de Saúde
(SUS).

Palavras-chave


Bioética; Justiça; Eqüidade; Sistemas de saúde

Texto completo:

PDF